Prefeito Saulo Milhomem participa de solenidade de abertura dos trabalhos do Tiro de Guerra 11-008

DSC0094
DSC0098
DSC0035
DSC0076
DSC0057
DSC0022
DSC0019
DSC0018
DSC0094 DSC0098 DSC0035 DSC0076 DSC0057 DSC0022 DSC0019 DSC0018

Na quarta-feira, 8, foi realizada solenidade de abertura dos trabalhos do Tiro de Guerra 11-008 e também recepção do novo chefe de instrução, o subtenente Fábio Eugênio Prestes Braz. Na ocasião, estiveram presentes o prefeito de Miracema do Tocantins e diretor do Tiro de Guerra, Saulo Milhomem, vereador Branquinho do Araras, coronel chefe do Escalão de Pessoal da 11ª Região Militar (RM), Rafaelle de Nardi, auxiliar do Serviço Militar da 11ª RM, João Marcelo Caminho, e o auxiliar da Sessão de Controles de Tiro de Guerra, Max Roberto de Almeida.

A cerimônia de abertura dos trabalhos teve por finalidade receber os novos integrantes do contingente do Tiro de Guerra-11-008 e dar as boas-vindas do Exército Brasileiro aos 28 jovens atiradores, apresentados neste ato à comunidade de Miracema.

O coronel Rafaelle de Nardi, após agradecer o apoio e a parceria da Prefeitura de Miracema, aconselhou os jovens atiradores a aproveitarem ao máximo esse momento e que se dedicarem e aplicarem as experiências que serão adquiridas de maneira positiva em suas vidas. “Lembrem-se de ostentar com orgulho essa farda que hoje vocês começam a usar, tenham discernimento, façam boas escolhas, dediquem-se”. O coronel ainda enfatizou o quanto é gratificante ser motivo de orgulho para seus familiares, e ressaltou também que é essencial ter o apoio e a compreensão da família neste período de serviço ao exército.

Em sua fala, o prefeito Saulo Milhomem desejou boa sorte aos novos atiradores e destacou o quão importante é a missão do Exército Brasileiro e da diferença que essa missão pode fazer na vida de cada jovem. “Sinto-me orgulhoso por ser o diretor do Tiro de Guerra 11-008 e, através da prefeitura, coloco-me à disposição no que for preciso para mantermos este importante serviço em nossa cidade, dando oportunidades aos nossos jovens de servir as forças do país”, concluiu.

Para o atirador Douglas Gonçalves, de 19 anos, servir é um sonho, “sei que não será fácil, mas ansiava por este momento, serei um soldado dedicado e disciplinado. Meu objetivo é maior, pretendo seguir carreira e quem sabe um dia formar novos atiradores”.

Fotos: Juliana Carneiro 


Imprimir   Email