Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

Página inicial > Notícias > Saulo Milhomem e autoridades da região solicitam a permanência de órgãos estaduais nos municípios
Início do conteúdo da página

Saulo Milhomem e autoridades da região solicitam a permanência de órgãos estaduais nos municípios

Escrito por Ascom Miracema | Publicado: Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 11h50 | Última atualização em Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 16h20 | Acessos: 85

Movidos pela existência de conversas sobre o fechamento de orgãos estaduais em seus municípios, os prefeitos de Miracema do Tocantins, Saulo Milhomem; de Rio dos Bois, Moacir Oliveira; Tocantínia, Silvino Gomes e Miranorte, Carlinho da Nacional; juntamente com vereadores e os deputados estaduais Nilton Franco, Ivory de Lira e Vilmar do Detran, visitaram o secretário de Articulação Política do Governado do Estado, José Umberto, nesta segunda, 21, no Palácio Araguaia.

Cada Prefeito apresentou sua demanda e justificativa, junto ao pedido de não fechamento das estruturas estaduais, como, a Ditetoria Regional Educação, a Delegacia da Receita e a Coletoria. Além de demandas como o aumento de policiamento nas cidades e aumento de efetivo na Polícia Civil, entre outros. A mudança da Delegacia Regional de Polícia de Miracema para Paraíso voltou a discussão, uma vez que o atendimento foi dificultado para a região e nunhema economia visível foi apresentada. Os representantes questionaram a surpresa que foi ao ver a publicação no Diário Oficial, com as mudanças das delegacias sem qualquer discussão ou aviso aos Prefeitos.

Saulo Milhomem esclareceu a necessidade da permanência das instituições nas cidades, uma vez que já atendem a um bom tempo de forma funcional a região, e são importantes para o desenvolvimento das cidades.

José Umberto apurou algumas informações apresentadas e deixou claro o posicionamento do Governo quanto ao não fechamento dos órgãos e reestruturação de outros nas cidades em questão. O que trouxe mais tranquilidade ao grupo. O Secretário comprometeu-se ainda a analisar junto com os órgãos competentes, o retorno da Delegacia Regional de Polícia de Miracema.

registrado em:
Fim do conteúdo da página