Secretaria Municipal de Educação e UFT promovem palestra sobre Sexualidade na Educação Infantil

Palestrante---Cristina-Vianna
DSC0033
DSC0007
 

Sexualidade na Educação Infantil foi o tema da palestra realizada na terça-feira, 26, no auditório da Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus de Miracema. Diante da necessidade de formação sobre esse assunto, a Secretaria Municipal de Educação firmou parceria com a UFT. O momento foi organizado pela coordenadora de Formação e Ensino do município, Tatiane da Costa Barros, e a palestra foi proferida pela professora de Psicologia da UFT e também integrante do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Sexualidade, Corporalidade e Direitos, Cristina Vianna.

A formação marca o início de uma parceria, que tem por objetivo desenvolver um trabalho de extensão entre a Secretaria e a UFT, a fim de orientar os professores da rede municipal sobre a abordagem adequada em sala de aula acerca do tema Sexualidade na Educação Infantil.

A palestrante, baseada em estudiosos da psicologia, enfatizou a importância de se falar com clareza sobre a sexualidade. “É preciso falar francamente sobre sexualidade, obviamente, respeitando as fases do desenvolvimento da criança. Explicar o que é suficiente ao discernimento de cada idade é fundamental. Transmitir verdade e confiança é uma das formas de prevenção à violência sexual, pois a criança terá noção do que está errado e dos limites da privacidade”, enfatizou.

Dentre os pontos abordados destaca-se a sexualidade como direito, direito sexuais, direitos humanos, direitos reprodutivos, educação sexual, proteção da violência sexual e ampliação das possibilidades de escolha.

Após a palestra, os professores tiveram a oportunidade de realizar comentários e perguntas sobre o tema. Foram abordadas também as situações de abuso infantil e os desdobramentos psicológicos que esse problema pode causar; as dificuldades em romper a resistência do pensamento conservador, o de não debater sobre sexualidade, e maneiras de ampliar a rede de proteção por meio do conhecimento.

Segundo a professora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Dona Regina, Valdenir Castro Bezerra, esse trabalho ajuda no dia a dia da sala de aula. “Esta e as demais rodas de conversas que irão acontecer no decorrer do ano vão colaborar muito na abordagem em sala de aula, porque mudaremos nossa forma de agir. Precisamos conversar mais, transmitir confiança e saber acolher”, ressaltou.

Texto e fotos: Juliana Carneiro


Imprimir   Email