Confira Boletim Epidemiológico desta sexta-feira, 22, Miracema segue com 03 casos confirmados

Confira Boletim Epidemiológico desta sexta-feira, 22, Miracema segue com 03 casos confirmados

Informações: Secretaria Municipal da Saúde / Card: Marcos Araújo

WhatsApp-Image-2020-05-22-at-184831
WhatsApp-Image-2020-05-22-at-184831

Conforme boletim epidemiológico Municipal desta sexta-feira, 22, Miracema continua com 03 casos de covid-19 confirmados. Dois pacientes que estavam aguardando o resultado dos exames (swab) testaram negativos e já receberam alta, e um que estava em monitoramento realizou o teste rápido e também testou negativo. Hoje, 06 novas notificações foram registradas e permanecerão em monitoramento.

Importante ressaltar que frequentemente pessoas são notificadas e passam a ser monitoradas e, diariamente, outras saem do monitoramento. Portanto, nem sempre a mudança nesses números será perceptível, já que, todos os dias novas notificações são registradas e automaticamente entram para os casos suspeitos.

A gestão reforça a todos a determinação do decreto municipal nº 134/2020 que torna o uso obrigatório de máscaras em locais públicos e privados, por tempo indeterminado, a medida começou a valer no dia 8 de maio.  #UseMáscara  #SePuderFiqueEmCasa #TodosContraOCoronavírus

Entenda:

No item Casos Suspeitos, estão presentes as pessoas que apresentam algum sintoma, seja por síndrome gripal ou covid-19. Nem todos podem ser submetidos aos testes rápidos, pois, o Ministério da Saúde estabeleceu alguns critérios que precisam ser seguidos.

Dessa forma, quem não for submetido ao teste rápido deve permanecer em isolamento até que os sintomas desapareçam (14 dias), este controle está sendo feito pela Semus, quando isso acontecer, eles deixarão de constar em nossa estatística. Por este motivo, gradativamente, os números de suspeitos serão descartados do boletim em breve.

O primeiro paciente diagnosticado no município está bem e logo será acrescentado o item Casos Recuperados ao boletim, tão logo se cumpra o prazo de isolamento domiciliar a ser respeitado para a declaração da segunda alta de um paciente diagnosticado com Covid-19, já que a primeira foi dada pelo hospital ao encaminha-lo para o isolamento em casa.


Imprimir   Email